A chuva lá fora

tumblr_o6feasoppf1rqmuhto1_1280

Escuto o vento frio e os pingos gelados da chuva
Que banham o mundo lá fora;
Enquanto, aqui, nesse quarto pouco iluminado
Processo pensamentos loucos e trançados
Que minha sábia consciência
Não consegue ordená-los…

Agora a chuva aumenta!
E pelo som que escuto dos pingos solitários
Que insistem em trazer amparo
Relembro que, nesse instante, apenas queria colo
Aquele que é acolhedor e materno
No qual pudesse apenas me encolher
Me aquecer e me proteger…
De quê? Não sei…
Apenas queria me proteger…

Mas mesmo assim me pergunto:
Será que são as lágrimas minhas que agora caem?
Só que de uma forma diferente do convencional?
Ou será que é o mundo que chora
Pela decisão que tenho que tomar?

Mais uma vez são apenas perguntas
Que não querem e não conseguem calar
Relutam para serem respondidas…
Mas mesmo assim, a chuva lá fora
Continua a chorar…

(Bévea Kikunaga)